Skip to content

Lipovetsky, Serroy e Cultura-Mundo: O excesso como o novo obscurantismo

(…)

Gilles Lipovetsky e Jean Serroy, autores de “A Cultura-Mundo – Resposta a uma sociedade desorientada”, têm trabalhado sobre a questão acima suscitada ao longo da sua carreira académica, apresentando-se como críticos daquilo a que chamam de Cultura Mundo e de Hipercultura Universal, provocadas pela “excrescência dos produtos, das imagens e da informação” que criou um mundo onde “a desordem já não nasce do que falta, mas do hiper”, do excesso. A coincidência do fim da Guerra Fria com a disseminação da internet acabou por levar à expansão rápida de uma visão do mundo, com a Lei dos mercados a perder concorrência e o contrapeso que podia conter o seu ímpeto.

Esta é a era da “Hipermodernidade”, dizem Lipovetsky e Serroy: “O que triunfa e se difunde em todo o lado é o imaginário da competição, a cultura do mercado, que redefinem os domínios da vida social e cultural .” O mercado colonizou a cultura e a economia passou a ditar a produção cultural. Esta nova ordem avançou para a anexação da cultura como sua, transformando-a não numa forma de ver, explicar ou criticar o que nos rodeia, mas em parte integrante do consumo – o motor e raison d’être do mundo Hipermoderno. Mas ao criar uma cultura global destruturou-se a tradicional e com ela os laços de proximidade que tanta gente uniam. A nossa identidade já não depende do que nos rodeia mas de estímulos, marcas e informações globais. “A globalização, abreviatura de tudo, desde a internet até à escala inédita da permuta económica transnacional, acelerou a vida das pessoas de maneiras que os seus pais ou avós dificilmente teriam imaginado. Muito do que parecera familiar e permanente durante décadas, ou séculos, está agora a cair no esquecimento ”, avalia por seu turno Tony Judt, no seu diagnóstico ao séc. XX. A cultura tradicional “humanista e literária que era a base indispensável da educação vê-se também abalada, sendo rejeitada cada vez mais pelas novas gerações ”.

Bibliografia recomendada:

Trabalho para a disciplina de História Contemporânea – Política e Cultura. Nota final 18 valores

Consultar o trabalho completo: Lipovestsky, Serroy – FPC

Anúncios

1 Comentário »

Comentar

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: