Saltar para o conteúdo

Parque Escolar. Empresa põe em risco metas da troika

O esforço financeiro que a Parque Escolar vai exigir ao Estado no futuro coloca em risco os “compromissos assumidos” por Portugal “no âmbito do acordo” celebrado com a troika. A conclusão é do Tribunal de Contas (TdC) e surge na auditoria realizada ao programa de modernização escolar da empresa. Na auditoria foram ainda identificados 283 milhões em despesas ilegais, que podem “determinar a eventual responsabilidade sancionatória” de quem validou esses actos.

Sobre o risco de incumprimento, o TdC refere que em causa estão os custos dos financiamentos da Parque Escolar – empréstimos de 1150 milhões de euros em período de carência de capital até 2014 –, as rendas futuras a que o Estado se comprometeu e a evolução passada e futura do endividamento da empresa. “Se a este valor somarmos as necessidades de financiamento adicionais que se estimam (mais 990 milhões), atingimos um valor de endividamento que pode, atendendo à situação actual do país, ser incomportável para o Estado, dado o impacto que tem em termos do montante da dívida pública e compromissos assumidos no acordo”, diz o TdC nas conclusões da auditoria. [Ler mais]

in: Jornal i, 24 Março 2012

Comentar

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

<span>%d</span> bloggers like this: