Skip to content

Acumulação de riqueza. A lista onde Amorim, Soares dos Santos e Belmiro estão à frente de Gates

Fortuna de Amorim vale 2,5% do PIB português, mais do que o peso acumulado que as fortunas dos 5 mais ricos dos EUA têm no PIB do país
 Os três portugueses mais ricos segundo a “Forbes” acumulam mais riqueza que a maioria dos multimilionários listados pela revista norte-americana. Isto se considerarmos a fortuna de cada um em função da capacidade económica do seu país de origem. Só Américo Amorim, o português mais rico segundo a Forbes, detém o equivalente a 2,5%do produto interno bruto (PIB) português.

Quanto a Bill Gates, o mais rico do mundo segundo a lista esta semana divulgada, é dono de 0,5% do PIB norte-americano. Este menor peso da fortuna do fundador da Microsoft em relação ao PIB  muito elevado dos EUA permite que também Soares dos Santos e Belmiro de Azevedo ultrapassem Bill Gates:o dono da Jerónimo Martins acumula uma fortuna que representa 1,32% do PIB português e o dono da Sonae tem uma fatia de “apenas” 1,18% do valor anual da economia portuguesa.

Para chegar aos valores de cada fortuna em relação à riqueza de cada país, o i teve em conta a avaliação feita pela “Forbes” a cada uma das fortunas em dólares, assim como os valores avançados pelo Banco Mundial para o produto interno bruto de cada país, no final de 2012, também em dólares. Este ângulo de abordagem ao real peso de cada fortuna em termos de acumulação de riqueza mostra, por exemplo, que a distribuição de riqueza nos Estados Unidos por vários milionários é de tal forma que somos obrigados a juntar as fortunas dos cinco mais ricos dos EUA – Gates, Buffet, Ellison, Koch e Koch – para encontrarmos um peso semelhante ao acumulado pelos milionários portugueses:o Top 5 dos mais ricos dos Estados Unidos acumula 1,6% do PIB do país – 262,2 mil milhões de dólares –, mais que os 1,3% e 1,18% de Soares dos Santos e Belmiro, mas aquém dos 2,5% do PIB português de Américo Amorim.

Temos o 14º maior acumulador  Saindo da comparação com os EUA, e olhando do ponto de vista global, só há 13 países onde o homem mais rico acumula mais riqueza em função do PIB que o mais rico de Portugal. Chipre, Hong Kong, Nigéria, Ucrânia, Suécia, México, Irlanda, Chile, Espanha, Colômbia, Malásia, Tailândia e Arábia Saudita são os países que emergem à frente de Portugal nesta tabela. O cipriota John Fredriksen lidera a mesma (detém o equivalente a 59% do PIB de Chipre), seguindo-se Li Ka-shing (Hong Kong) e Aliko Dangote (Nigéria) com fortunas equivalentes a 11,8% e 9,5% da riqueza dos seus países, respectivamente. Os 2,5% do PIB que a fortuna de Amorim representa face ao PIB português, são suficientes para que o empresário surja como o 14º maior acumulador mundial – em termos de acumulação de riqueza em poucas mãos, Portugal está assim no pelotão da frente. Olhando para a Europa, Amorim já surge como o 6º mais rico da região – ver tabela. Fora do Top10 europeu fica, por exemplo, o mais rico da Alemanha, cuja fortuna não vale mais de 0,73% do PIB.

in: Jornal i, 5 Março 2014

Top Europeu
País Fortuna em %PIB
1 John Fredriksen Chipre 59,7%
2 Rinat Akhmetov Ucrânia 7,1%
3 Stefan Persson Suécia 6,6%
4 Pallonji Mistry Irlanda 6,1%
5 Amancio Ortega Espanha 4,8%
6 Americo Amorim Portugal 2,5%
7 Ernesto Bertarelli Suíça 1,9%
8 Liliane Bettencourt França 1,3%
9 Soares dos Santos Portugal 1,3%
10 Michele Ferrero Itália 1,3%
Anúncios

Comentar

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: