Saltar para o conteúdo

Desemprego. Várias formas de olhar o monstro

O Instituto Nacional de Estatística divulgou hoje os dados sobre a evolução do desemprego em 2012, dos valores publicados realça-se:

– Portugal no final de 2012 contava com 923,2 mil desempregados [520 mil de longa duração]. No final de 2011, eram 771 mil desempregados e 405 mil de longa duração;

– A economia portuguesa contava com 645,6 mil trabalhadores a tempo parcial e 261 mil em subemprego no final do ano passado. Em 2011, eram 632,9 mil a tempo parcial e 238 mil em subemprego;

– Tudo somado, são mais de 1,8 milhões de pessoas, ou 33,5% da população activa, em situação no mínimo precária. Isto quando no final de 2011 as contas mostravam 1,6 milhões nessa situação, ou 29% da população activa;

Além dos dados directos disponíveis na publicação do INE, eis algumas taxas de desemprego “não-imediatas” e que obrigaram a contas simples:

Desemprego 4T 2011 4T 2012
Homens 13,9% 16,8%
Mulheres 14,1% 17,1%
Dos 15 aos 24 anos 35,4% 40,0%
Dos 25 aos 34 anos 15,8% 20,1%
Dos 35 aos 44 anos 11,6% 15,0%
Dos 45 aos 64 anos 11,7% 14,0%
Até ao Básico – 3º ciclo 14,5% 17,5%
Secundário e pós-secundário 15,4% 18,8%
Superior 10,6% 13,4%

in: Blog. 13 Fevereiro 2013.

Comentar

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

<span>%d</span> bloggers like this: