Skip to content

Metro de Lisboa perdeu 15% dos passageiros só no mês de Março

A Metro de Lisboa fechou o primeiro trimestre do ano com uma quebra total de 9,6% nos passageiros, com menos 4,36 milhões de utentes transportados no período. Analisando o comportamento mensal, contudo, as conclusões apontam para que esta redução na procura seja bastante superior nos próximos trimestres: só em Março houve menos 15% de lisboetas a procurar o metro de Lisboa, isto quando em Fevereiro a quebra já tinha atingido os 13,1%. A beneficiar o comportamento trimestral do metro de Lisboa esteve o mês de Janeiro, quando a queda na procura foi de apenas 1,4% em comparação com o mesmo mês do ano passado.

A entrada em vigor dos novos tarifários para os transportes em Fevereiro deste ano agravou assim em muito a quebra da procura do metro de Lisboa, à imagem, aliás, do que aconteceu com todas as empresas de transporte público que divulgaram a evolução mensal da procura. A Metro do Porto, por exemplo, registou uma subida de 3% nos passageiros em Janeiro que, após a entrada em vigor dos novos preços, passou a uma quebra de 2,8% e de 2,5% nos meses de Fevereiro e Março. O mesmo cenário ocorreu na evolução da procura mensal da Sociedade de Transportes Colectivos do Porto (STCP). A empresa de transporte rodoviário da região do Grande Porto registou uma quebra de 2% na procura em Janeiro deste ano, em comparação com o mesmo mês de 2011. Contudo, e a partir de Fevereiro, o comportamento piorou a olhos vistos: nesse mês, a STCP registou logo menos 9,6% de passageiros, valor que saltou para os 12% de queda em Março. Na congénere lisboeta, a Carris, não foi possível obter os dados da procura desagregados por mês. Ainda assim, a empresa registou uma redução de 10% na procura ao longo de todo o primeiro trimestre de 2012.

MENOS12,6MILHÕESDE PASSAGEIROS Considerando os valores definitivos destas quatro empresas – STCP, Carris e metros de Lisboa e Porto – para o primeiro trimestre do ano, conclui-se que desapareceram 12,6 milhões de utilizadores de transportes públicos entre Janeiro e Março, em comparação com o mesmo período de 2011. Se nos primeiros três meses do ano passado estas quatro empresas transportaram 146,8milhões de pessoas – o equivalente a 1,65 milhões por dia –, já este ano o total de passageiros das mesmas empresas ficou-se pelos 134,2 milhões – ou 1,49 milhões por dia.

in: Jornal i, 5 Maio de 2012

[Ver em página]

Anúncios

Comentar

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: