Skip to content

Despesa cai 13% com corte a direito nas transferências em Janeiro

O corte de 475 milhões de euros (18,1%) no total das transferências correntes da Administração Central em Janeiro alimentou a dieta de redução do défice provisório do Estado, que no mês passado recuou 41% face a Janeiro de 2011, para 436 milhões, ou seja menos 306 milhões, segundo o boletim de Execução Orçamental ontem publicado pela Direcção-Geral do Orçamento (DGO).

Neste corte de 18,1% estão incluídas as transferências para o Serviço Nacional de Saúde (-7,1%) e a redução da contribuição financeira para a Caixa Geral de Aposentações (-6,3%). Também a Madeira com direito a menos 67,8% de transferências em Janeiro – no total a administração regional recebeu menos 40,7 milhões de euros – ajudaram nesta redução da despesa. Se a isto juntarmos o corte de 15,4% nas despesas com pessoal –menos 122,5 milhões de euros – encontramos as principais razões que permitiram ao Estado reduzir em 13,6% a despesa efectiva primária em Janeiro, de 3,8 mil milhões para 3,29 mil milhões de euros, segundo os números da DGO.  [Ler mais]

in: Jornal i, 21 Fevereiro 2012

Anúncios

Comentar

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: