Skip to content

Transportes. Passes para quem ganha menos de 503 euros sobem 10,2%

A 1 de Fevereiro os preços dos passes vão subir em média 10,5% para reformados, pensionistas e de- sempregados que ganhem menos de 503 euros/mês, assim como para os utentes de agregados com rendimentos inferiores a 503 euros/mês por sujeito ou dependente – 1,2 vezes o indexante de apoios sociais (IAS). Já o aumento médio para quem tem até 23 anos ou idosos que ganhem mais de 503 euros/mês ronda os 57%.

Segundo os preçários divulgados pelas empresas de transporte, quem recorre ao tarifário Passe Social+ (criado em 2011 com um desconto de 25% para quem ganha até 1,2 vezes o IAS), vai ser confrontado com aumentos de 8,5% a 10,8% no custo dos transportes: o passe urbano Metro/Carris vai saltar 8,5%, de 24,2 euros para 26,25 euros; o L1 sobe 10%, de 33 euros para 36,3 euros; já a versão Social+ do L12 salta 10,8%, de 39,5 euros para 43,75 euros; e no L123 o Social+ passa a custar 49,8 euros contra 44,9 euros. [Ler mais] [Ver artigo em página]

Notas:

1) Reformado que ganhe mais de €503/mês vai pagar mais 59% (Metro/Carris) a 63,5% (L123)

2) Desempregados e idosos com menos de €503/mês vão pagar mais 10%pelos transportes

3) Reformado que ganhe até €359 mensais vai pagar mais 6,4% (Metro/Carris) a 9% (L123)

4) Preços de tabela dos passes, sem descontos, sobem em média 5% em Fevereiro

in: Jornal i, 27 Janeiro 2012

Anúncios

Comentar

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: