Skip to content

Região da Madeira. Grécia portuguesa sai do armário

O Instituto Nacional de Estatística (INE) e o Banco de Portugal (BdP) descobriram “dívidas contraídas desde 2004” e não registadas pela Região Autónoma da Madeira. Resultado: a região acumulou um buraco de 1,6 mil milhões de euros em quatro anos. “A presente nota tem como objectivo informar sobre o impacto de um conjunto de factos novos recentemente apurados sobre despesas e dívidas da Administração Regional da Madeira”, começa por apontar o comunicado do BdP e do INE divulgado ontem, onde se explica passo a passo como foi descoberto este buraco. [Ler mais]

in: Jornal i, 17 Setembro 2011

Anúncios
%d bloggers like this: