Saltar para o conteúdo

Crise. Planos para apoiar PME e emprego ficaram a meio gás

Keynes às voltas na campa.

Em ano de eleições, 2009, o governo criou dezenas de programas para relançar a economia e contrariar a crise. As medidas deviam ter efeitos anticíclicos, mas fizeram disparar o défice para os 9,4% no ano passado, precipitando o país na crise actual. Mais do que isso, diz o Tribunal de Contas (TC) numa auditoria ontem publicada à execução deste plano, o impacto das mesmas ficou longe do esperado.

in: Jornal i, 24 Novembro 2010

Anúncios

Comentar

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: