Saltar para o conteúdo

Elevado pelas promoções, apanhado nas demissões

Ler para perceber como funciona o país.

 

O percurso de Armando Vara tem sido tudo menos tranquilo e a chegada ao BCP não foge à regra. Não pelo homem, mas acima de tudo por causa do que determinou a chegada de Carlos Santos Ferreira à liderança do banco e, depois, à consequente promoção do ex-ministro de António Guterres, demitido em 2000 depois de notícias sobre irregularidades na Fundação para a Prevenção e Segurança.

Inundado por um banho de lama, o banco fundado por Jardim Gonçalves viveu durante quase dois anos uma guerra fratricida, com amigos, colegas e accionistas divididos em duas facções numa clara guerra pelo poder. Uns não queriam largá-lo, outros exigiam o que achavam seu por direito. Ninguém ganhou, todos perderam, pois como dita a sabedoria popular zangam-se as comadres, descobrem-se as verdades.

in: Jornal i, 4 Novembro 2009

 

http://www.ionline.pt/conteudo/31142-elevado-pelas-promocoes-apanhado-nas-demissoes

Comentar

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: