Saltar para o conteúdo

Governo desconhecia que a TAP tinha hipotecado bilhetes até 2016

O Ministério das Obras Públicas, que tutela a TAP, não sabia da operação de cedência de receitas futuras a que a transportadora recorreu para receber 228,8 milhões de euros em 2006, um financiamento cuja factura chega este ano, estendendo-se até 2016.

Para o governo tratou-se “de um acto normal de gestão da administração da TAP e o accionista, público ou privado, não tem de saber”, reagiu Mário Lino à notícia do i. A referência à hipoteca surge nas contas da transportadora de 2006 e 2007, aprovadas pelo accionista Estado. [Ver artigo completo em página]

in: Jornal i, 14 Maio 2009

Anúncios

Comentar

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: