Saltar para o conteúdo

Remunerações. Gestores públicos com direito a excepção são os que mais ganham

O governo publicou ontem em Diário da República as novas regras para a remuneração dos gestores de empresas públicas, sendo confirmadas as excepções abertas para CGD, TAP, Empordef, RTP, CTT, CP Carga, EMA, ANA e Parque Expo. Neste grupo estão precisamente as empresas públicas que melhor pagam aos seus gestores, casos da CGD, da TAP, da RTP, da ANA e dos CTT.

As administrações das cinco empresas chegam a custar quase seis vezes mais que as de outras empresas públicas, nomeadamente as dos transportes e de gestão de infra-estruturas. Se as equipas de gestão da Carris e do Metro de Lisboa, por exemplo, custaram perto de 380 mil euros cada ao longo do ano passado, a administração da TAP custou mais de 1,5 milhões de euros [ver ao lado], a da RTP perto de um milhão de euros e a da Caixa Geral de Depósitos mais de 2,14 milhões de euros, segundo os últimos dados disponíveis, referentes a 2010. Já nos CTT a administração custou 860 mil euros também em 2010, ao passo que a equipa de gestão da ANA – Aeroportos de Portugal custou 530 mil euros ao longo do ano passado (ao lado).

A regra Segundo o diploma publicado, são perto de 150 as empresas públicas que passam a ter já em Abril os salários dos administradores indexados ao vencimento do primeiro-ministro (5500 euros mensais). O governo optou por classificá-las em três patamares – A, B ou C –, conforme o peso das empresas para os contribuintes e o seu volume de emprego e negócios. [Ler mais]

in: Jornal i, 27 Março 2012

Comentar

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: